Tove Lo raspa a cabeça e incendeia quarto no clipe de “Cool Girl”

Tove Lo raspa a cabeça, dança, se esfrega, faz caras e bocas e incendeia (literalmente) no videoclipe de “Cool Girl”. A produção visual tem direção de Tim Erem (de “Lean On”, do Major Lazer) e é apenas o primeiro capítulo (batizado de “Fairy Dust”) de um mini-filme, foi lançada nesta sexta-feira (19).

“Cool Girl” abre os trabalhos de divulgação do disco “Lady Wood” que será lançado no dia 28 de outubro.

#PopLine

NOVIDADE MONSTRO! Novo single e clipe de Lady Gaga dentro de 10 dias?

O novo álbum de Lady Gaga ainda não teve nome ou qualquer previsão de lançamento reveladas, entretanto, há muitos nomes envolvidos na produção e, com isso, muitos rumores vindos de todos os lados. Com o MTV Video Music Awards chegando, há muitas razões para realmente acreditarmos estarmos pertos da nova fase pop da cantora e, coincidência ou não, foi exatamente isso que um radialista americano adiantou: uma música nova deve chegar dentro dos próximos 30 dias. Mas isso a gente já sabia.

Eis que o britânico Popjustice publicou hoje um artigo misterioso, no qual brinca, como se fosse um texto escrito pelo “primeiro single da sua cantora favorita” e dá indícios de ser mais do que um mero artigo, talvez indicando o retorno concreto de uma grande artista de uma gravadora.

#ItPop

Agora vai? Christina Aguilera lança ‘Telepathy’, canção escrita por Sia

Desde que lançou Change, música dedicada à tragédia da boate Pulse em Orlando nos EUA, os fãs de Christina Aguilera esperaram por um novo trabalho da cantora. Finalmente ele apareceu e fará parte da trilha sonora de The Get Down, série da Netflix. O nome da faixa liberada nesta quinta-feira, 11, é Telepathy e vocês precisam ouvir.

De acordo com o site Pop Crush, a música é composição de Sia, que já fez muitas parcerias com a cantora de Beautiful, e tem participação de Nile Rogers. O clima da canção tem um estilo bem marcante do Disco dos anos 70, época em que se passa o seriado de Baz Luhrmann. Ouçam:

A série estará disponível a partir da sexta-feira, 12, no serviço de streaming. Serão 12 episódios e o elenco conta com Jaden Smith, Herizen Guardiola, Shameik Moore, Skylan Brooks, Justice Smit, Tremaine Browne Jr., Jimmy Smits, Giancarlo Esposito e Yahya Abdul-Mateen II.

#FicaQuietinho

Zayn no disco novo da M.I.A (!) e no clipe de “Cruel”, do Snakehips

Vamos falar sobre colaborações inesperadas? Recentemente, M.I.A, que se prepara para o lançamento do “A.I.M”, álbum que ela diz ser seu último, revelou em uma entrevista que escreveu uma música chamada “Freedun” com o ZAYN. Conseguem imaginar os dois artistas juntos?

Nós basicamente fizemos enquanto eu estava aqui [na Índia], porque eu fiquei por aqui por uma semana e meia. Nós vamos e voltamos [a compor], você sabe, por Whatsapp.

Sim! Eles escreveram a canção por Whatsapp. Gente ocupada é isso, né?

Além disso, a cantora revelou também que, antes de considerar chamar o ex-1D para o seu próprio disco, tinha pensado em escrever alguma coisa para ele colocar em seu primeiro álbum solo, o “Mind Of Mine”. Como sabemos, isso não rolou, mas M.I.A não quis deixar passar a oportunidade e, aproveitando que eles conhecem e trabalham com várias pessoas em comum, chamou ZAYN para participar do “A.I.M”.

Será que a música vai, de fato, fazer parte do próximo CD da M.I.A? Será que a participação do garoto normal de 23 anos se limita apenas à composição? Vamos ter que aguardar as cenas dos próximos capítulos para saber.

E, por falar em ZAYN, o cantor gosta mesmo de uma parceria e lançou hoje (09) o clipe para “Cruel”, sua colaboração com o duo eletrônico Snakehips. No vídeo, que tem uma proposta bem retrô, nós o vemos flertando com muita luz neon e muitas TVs.

Lembrando que o ~último~ disco da M.I.A, e a sua parceria com o ZAYN, chegam dia 9 de setembro e, agora, além de ansiosos, nós estamos muito curiosos para escutar todo esse material!

#ItPop

O clipe de “Make Me”, da Britney Spears, já está entre nós e é decepcionante por várias razões

Britney Spears não está para brincadeira! Depois de revelar a capa do CD “Glory” e o seu novo single promocional, “Private Show”, a eterna princesinha do pop aproveitou essa sexta-feira (05) para lançar o clipe do seu single de retorno, “Make Me”, mais uma vez batendo de frente com a Katy Perry, que estreou há algumas horas o vídeo de “Rise”.

Sem coreografias ou uma grande produção, o lançamento de “Make Me” parece confirmar os rumores de que o clipe teve seu conceito alterado e foi refilmado na metade do caminho, por conta do excesso de cenas sensuais, que teria incomodado Britney. Isso explicaria a ausência de David LaChapelle em sua direção, agora assinada por Randee St. Nicholas.

No geral, a história do novo vídeo acompanha Britney e suas amigas numa audição que busca por homens que as faça suspirar. Os caras padrõezinhos fazem o que podem para chamar a atenção delas e, num clima cheio de brincadeiras, elas sorriem e comemoram quando são surpreendidas. Também há um bombardeio de propagandas, que devem garantir a verba para o clipe seguinte.

Em takes externos, Britney se escora na parede, rebola timidamente e trabalha bastante o carão, protagonizando, inclusive, a cena que se transformou na capa do seu novo CD (pra que gastar com ensaio, gente?). O rapper G-Eazy também aparece em cenas fora da história central, num cenário neutro, por meio de uma televisão.

Por mais legal que seja vê-la disposta a fazer algo tão despretensioso, é decepcionante saber que ela voltou com um clipe tão fraco, principalmente pensando nos seus trabalhos anteriores, que sempre renderam clipes incríveis para seus primeiros-singles (“Hold It Against Me” e até “Work Bitch” são mais interessantes). O mais provável é que, nesta refilmagem, muito do que realmente prestava de “Make Me” tenha ficado pelo caminho, o que é uma pena.

Esperamos mais dos seus próximos passos, Britney. You betta work, bitch. You betta work.

#ItPop

Katy Perry lança clipe lindo, mas tedioso, para “Rise”

Não é que a Katy Perry está empenhada em divulgar “Rise”?

A música nova, ainda que não seja o primeiro single do sucessor de “Teenage Dream”, deverá ganhar uma performance no VMA e, nesta quinta (04), teve também o seu clipe revelado, após uma campanha de divulgação que ainda rendeu dois teasers.

Levando o conceito da música ao pé da letra, o clipe de “Rise” mostra a cantora em um cenário montanhoso, tentando se acertar com um paraquedas. Há uma forte mensagem de superação e autoempoderamento, mas talvez ela passe despercebida por conta do longo tempo do clipe com uma proposta tão monótona. Ao menos a fotografia é muito bonita – ela dificilmente decepciona nos quesitos técnicos.

Anteriormente, “Rise” havia ganhado um vídeo para a campanha olímpica da NBC, mas esse saiu do ar na última semana, aquecendo os fãs para a chegada do clipe oficial.

Quem quiser, pode assisti-lo abaixo:

#ItPop

Pode entrar, “Work” brasileira! Anitta lança o clipe de “Sim ou Não”, com o rapper Maluma

É agora que o dancehall toma conta do Brasil! A cantora Anitta prometeu e, na tarde dessa quarta-feira (27), revelou o clipe de “Sim ou Não”, seu novo single, lançado numa colaboração com o rapper Maluma e a marca Samsung.

A música, assim como “Menina”, do Omulu com MC Delano, é mais uma investida muito bem-sucedida de dancehall por um artista brasileiro, com a participação de Maluma dando aquela erguida na fórmula, que melhora ainda mais com algumas rimas pra quebrar o gelo.

No clipe, dirigido pelo dominicano Jessy Terrero, Anitta e Maluma curtem uma festa com bastante química e sensualidade, ao melhor estilo “Work”, da Rihanna. Aliás, apostamos que a barbadiana serviu de inspiração pra brasileira, que nunca escondeu sua inspiração na hitmaker de “Kiss It Better”.

Confira o clipe de “Sim ou Não”:

#ItPop

Se prepare e ouça “Make Me”, o single de retorno da Britney Spears

Mrs. Britney Spears está de volta após a desastrosa tentativa de retorno em “Pretty Girls”, com a Iggy Azalea, e sem a vontade de repetir os erros anteriores, no smash hit em potencial “Make Me”, que estreou há algumas horas na rede mundial de computadores.

Assim como foi com “Hold It Against Me”, no disco “Femme Fatale”, e “Work Bitch”, no “Britney Jean”, a chegada de um lead-single de Britney precisa acontecer como um grande evento e, sendo assim, é preciso que todo bom fã esteja devidamente preparado para os tiros.

Esse é o seu guia definitivo para a volta de Britney Spears em “Make Me”

A novela não é nova: seu artista favorito anuncia um single novo, você espera dar meia-noite para escutá-lo e, surpresa!, ele lançou com exclusividade no serviço de streaming vizinho. Você não vai querer se decepcionar ou precisar esperar que a música saia de maneira ilegal por aí, certo?

*Partindo da ideia de que o retorno precisa ser um grande evento, podemos descartar a possibilidade dela lançá-lo com exclusividade ao Tidal. Dsclp, Jay Z.

Se tem uma coisa que Britney Spears faz bem, é meme. Logo, seja um sucesso ou não, seu trabalho de retorno será uma verdadeira metralhadora de memes, virais, entre outras coisas. Nós nem assistimos ao clipe e já conseguimos imaginar uma paródia com a Inês Brasil, além dos inúmeros GIFs com a Gretchen falando coisas sobre o seu desempenho nas paradas. Goste ou não, enalteça. E ria junto, a gente garante que fica mais divertido.

Sabe qual é o segredo do sucesso do Drake? Suas letras nas legendas de fotos pelo Instagram! É sério, isso faz a diferença. Logo, como o bom fã que você é, tire uma selfie e, minutos após a estreia de “Make Me”, publique-a nas redes sociais, com uma legenda bem lésgou, parafraseando o novo single de Britney Spears.

Tenham todos um ótimo dianey!

#ItPop

Grammy, pode entrar! De surpresa, Katy Perry lança a música “Rise”, para as Olimpíadas

Os tiros não acabaram.

Fomos todos pegos de surpresa quando, ao mesmo tempo que Britney Spears e o single “Make Me”, a cantora Katy Perry renasceu como uma fênix prismática e, pelo iTunes, lançou a inédita “Rise”.

Por mais que a estratégia de lançar a faixa sem qualquer aviso prévio seja animadora o suficiente para imaginarmos que o sucessor do “Teenage Dream” está a caminho, a faixa se trata da trilha sonora de uma campanha da NBC para as Olimpíadas, assim como a Sia fez com a Gilette e a canção “Unstoppable” há alguns dias.

“Rise” é um verdadeiro tombo para os fãs mais ansiosos, sendo uma baladinha, ao estilo de faixas como “Who Am I Living For” e “Pearl”, dos seus álbuns anteriores, mas com toda uma proposta grandiosa, exatamente como um evento desse nível exige.

Grammy, pode entrar.

E tem até vídeo promocional!

#ItPop